16 de Maio de 2017

Prefeitura encaminha projeto à Câmara que regulamenta o Transporte Escolar Gratuito

Ontem (15), a prefeitura apresentou o projeto de lei que será encaminhado em regime de urgência para a Câmara Municipal de Londrina. A primeira discussão deve acontecer em 45 dias. A matéria propõe alterações no passe livre, que passa a chamar Transporte Escolar Gratuito.

 

O documento prevê a gratuidade para os estudantes de baixa renda, que não têm condições financeiras para pagar a tarifa e fazem parte do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Os estudantes do ensino fundamental e médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), por decisão judicial de 2014, também terão a gratuidade assegurada.

 

A isenção integral também será garantida a aposentados por invalidez, as pessoas com deficiência física, sensorial e um acompanhante, as crianças e adolescentes em situação de pobreza que utilizam os serviços socioassistenciais de natureza profissionalizante, educativo ou de proteção especial. Pessoas com insuficiência renal crônica e um acompanhante também receberão a gratuidade integral, assim como homens e mulheres acima de 65 anos, crianças menores de 6 anos, empregados da CMTU e das empresas concessionárias do Sistema de Transporte Público Coletivo de Londrina, usuários do SUS em tratamento continuado, atiradores do Tiro de Guerra, Guarda Municipal, Policiais Militares e os agentes de endemias do Município.

 


De acordo com o prefeito Marcelo Belinati, o objetivo do projeto é garantir o transporte escolar gratuito para quem efetivamente não tem condições para pagar.  A partir da aprovação do Projeto de Lei passarão a ter o benefício da isenção de 50% da tarifa os estudantes que cursarem educação profissional técnica de nível médio, que fizerem curso preparatório para o vestibular, e cursos de nível superior e pós-graduações. Estudantes do CadÚnico terão a gratuidade também nestes casos.

 


Com a aprovação do Projeto de Lei, todos os beneficiários do Programa de Transporte Escolar deverão comprovar a frequência escolar mínima de 75%. Aqueles que deixarem de utilizar o serviço injustificadamente por esse prazo terão o benefício suspenso. Outros requisitos estipulados para o cadastro na legislação anterior continuam valendo. As mudanças devem começar a vigorar a partir do segundo semestre deste ano.

 


Para o secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Edson Antônio de Souza, a previsão é que com as mudanças na legislação será possível adequar o orçamento da Prefeitura à realidade do Município. Por isso, o corpo técnico espera manter o valor previsto e aprovado na Lei Orçamentária, que é de R$ 21.850 milhões.

 


Rádio Notícias Paiquerê FM / PML









00h00 às 05h00 Madrugada Paiquerê FM.
05h00 às 05h30 Jovem Música Sertaneja.

05h30 às 07h55

Rádio Notícias, com Samuel Lopes, Dr Assad e Ricardo Spinosa
07h55 às 08h00
Comentário Final Ricardo Spinosa
08h00 às 12h00

Bom dia Londrina com Alcir Ramos

11h55 às 12h00 Reprise Comentário Final Ricardo Spinosa
12h00 às 12h05 Rádio Alegria Paiquerê FM.
12h05 às 15h00 Boa tarde Londrina.
15h00 às 18h00 Boa tarde Londrina com Bel.
18h00 às 19h00 Rádio Esporte Paiquerê FM
20h00 às 23h59 Boa Noite Londrina com Odair José.
   

 

Além da programação normal tem:

 

19h00 às 21h00

As 30 Mais da Jovem Música Sertaneja.
21h00 às 05h00 Rádio Baile com Luis Carlos "Vermelho".
   
   
   
   
   
   
   
   

Além da programação normal tem:
 

11h00 às 14h00 Rádio Sertão, com Vermelho e Zé Pexera.
19h00 às 21h00 As 30 Mais da Semana.
21h00 às 23h59 Boa Noite Londrina com Odair José.