Alexandre de Moraes manda soltar Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro
Foto: Agencia Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes mandou soltar da prisão Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, na tarde desta sexta-feira (3). A liberação ocorre exatamente um ano após a sua primeira prisão, em 3 de maio de 2023.

Moraes concedeu a liberdade provisória de Cid mantendo medidas cautelares definidas no processo, como não falar sobre as investigações — motivo que gerou a prisão em 22 de março. O ministro ainda manteve integralmente o acordo de colaboração premiada firmado pelo militar com a PF. Ele foi preso após o vazamento de áudios em que atacou o STF.