Cambé intensifica uso de “fumacê” para evitar surto de dengue
De acordo com o Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti (LIRAa), 18 bairros de Cambé apresentaram índice predial acima de 2%, o que indica risco para um possível surto de dengue | Foto: AEN

A Secretaria de Saúde de Cambé (PR) iniciou essa semana com a aplicação do “fumacê” em regiões com situações mais críticas para combater o avanço da dengue na cidade. A caminhonete com o inseticida vai passar nos bairros em dois turnos, das 5h às 9h e 17h às 20h. Um carro de som está sendo utilizado para alertar a população. O primeiro ciclo de aplicação de inseticida está sendo realizado na região que é atendida pela Unidade Básica de Saúde do Jardim Novo Bandeirantes.

De acordo com o Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti (LIRAa), 18 bairros de Cambé apresentaram índice predial acima de 2%, o que indica risco para um possível surto de dengue. A Secretaria de saúde alerta que, “ao ouvir o “fumacê”, é importante abrir portas, janelas e cortinas; retirar roupas do varal; tampar vasilhames com alimentos, inclusive, bebedouros para animais, cobrindo gaiolas de pássaros e, em seguida, trocando a ração e água dos animais e não deixando utensílios de uso doméstico expostos no quintal”.