Cine Cequinha exibe filme “Eneida” e debate Mulheres no Cinema Nacional em Londrina
Foto: Divulgação

Seguindo a temática proposta pelo projeto “Cine Cequinha Itinerante: Passeando por Londrina”, que no mês de maio tem como foco: “Mulheres no Cinema Nacional”, nesta quinta-feira (23) o cineclube exibirá o documentário “Eneida” (2021), a partir das 20 horas, na Vila Cultural Alma Brasil, localizada na rua Argentina, 693. Toda a sessão será acessível em libras, assim como o bate-papo que sempre ocorre após o filme. O tema de maio vem ao encontro com a essência do coletivo Cine Cequinha que, há algum tempo, tem sido formado apenas por mulheres. Por isso, sabe-se das dificuldades e atravessamentos que por vezes dificultam a entrada e permanência no trabalho da mulher no audiovisual.

Desde então, o cineclube busca em seus projetos e exibições ressaltar o cinema feito por mulheres, seja na direção, no protagonismo, na produção, roteiro e por aí vai. Nesse sentido, a curadoria traz filmes que celebram e exaltam a potência das mulheres, mas também que questionem seus lugares, suas realidades e desafios, como é o caso da obra escolhida para essa sessão. Eneida é um filme que propõe refletir sobre ser mulher no nosso corpo social. Neste seu segundo documentário longa-metragem, a diretora paranaense Heloisa Passos toca em temas que envolvem os afetos e o autoritarismo. Através de sua própria família, a diretora expõe os caminhos e as contradições da sociedade, quando fala de opressão, alienação e autonomia na trajetória de Eneida, que sonha com a possibilidade de transformar sua realidade.

No filme, Eneida, 84 anos, faz uma jornada rumo a seu passado, em busca da filha primogênita que não vê há mais de 25 anos. Com a ajuda de sua filha do meio, a cineasta Heloisa Passos, Eneida embarca em uma odisseia que tenta derrubar o muro que divide a família. O documentário acompanha todo o processo, e juntas, mãe e filha transitam por momentos de descobertas, esperanças, medos e incertezas. Especialmente, essa temática conduziu o Cine Cequinha à Vila Cultural Alma Brasil, atualmente coordenada por uma equipe de mulheres. Importantíssimo espaço cultural de Londrina, reconhecido como uma organização que milita para o fortalecimento de uma sociedade que valorize suas diferentes culturas de forma participativa e democrática.

O Cine Cequinha atua de forma independente, com sessões gratuitas de cinema & prosa, na cidade há mais de 10 anos. As exibições do projeto que conta com patrocínio da Lei Paulo Gustavo através da Secretaria de Cultura de Londrina, passando por espaços parceiros (Espaço Nave, Assentamento Eli Vive, Wãre, Alma Brasil, Grafatório e Ciranda da Cultura), além de sessões em praças e espaços públicos de várias regiões da cidade (Lago Norte, Lagoa Dourada “Zerinho”, Praça Serra das Laranjeiras, Praça Acquaville). O objetivo é expandir e democratizar o acesso às produções cinematográficas nacionais e regionais e oportunizar o contato do público com filmes que estão fora do circuito comercial de exibição, trabalhando a formação de público e fruição artística através da promoção de sessões abertas e gratuitas seguidas de debates.

O ciclo de sessões vai até novembro, passando por temáticas que resgatam a memória do que já passou pelo Cine Cequinha. São elas: Cinema Negro, Cinema Periférico, Mulheres no Cinema Nacional, Documentários, LGBTQIAP+ no Cinema, Bem-Vindo ao Meu Delírio, Animações e Produções de Londrina e Região. Para ficar por dentro da programação do projeto siga o Cine Cequinha no Instagram @cinecequinha e participe do grupo informativo no WhatsApp, clicando no link da bio. Com informações do N.Com.