Coletivo de Cinema Negro de Londrina abre inscrições para a 2ª Mostra de Cinema Negro
Foto: Divulgação/ SMC

Com o objetivo de divulgar obras audiovisuais brasileiras que se inspirem na perspectiva do cinema negro e do cinema popular, o Coletivo de Cinema Negro de Londrina (Cocine) está com inscrições abertas para a 2ª Mostra de Cinema Negro de Londrina. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas por meio deste formulário até o dia 10 de agosto. Os interessados poderão escolher entre as quatro categorias disponíveis: Cinema Negro, Cinema Popular e Comunitário, Cinema Indígena e Cinema Infantil. Podem se inscrever filmes brasileiros de qualquer gênero, realizados em qualquer época e que se inspirem na perspectiva do cinema negro e também do cinema popular e comunitário.

Os filmes não precisam ser inéditos para serem inscritos na Mostra. O resultado da seleção será publicado até setembro de 2024 no site do COCINE e os selecionados serão avisados por e-mail. Os filmes serão exibidos em sessões não competitivas e serão priorizadas produções realizadas por pessoas negras, indígenas, mulheres e LGBTQIAPN+. Para mais informações acesse o regulamento do projeto.

Mostra do Cinema Negro – A 2ª edição da Mostra do Cinema Negro está prevista para ocorrer na Biblioteca Pública Municipal de Londrina, na Associação Ciranda da Cultura e o Norte Cultural, entre os dias 24 e 27 de outubro. Na primeira edição, o festival teve como objetivo homenagear Ari Cândido Fernandes, o primeiro cineasta negro de Londrina. O evento também foi uma proposta de resgatar a memória de Fernandes na cidade, e a contribuição dele para o cinema nacional e para o cinema negro, já que o cineasta foi um dos pioneiros da cultura cineclubista em Londrina na década de 50 e 60.

“Na edição desse ano, a Mostra pretende abranger produções de diversos artistas e diversas regiões do Brasil, priorizando filmes nas linhas de cinema negro, cinema popular, cinema indígena e cinema infantil, com a inspiração de um cinema inclusivo e democrático”, destacou o jornalista e integrante do Cocine, Wellington Vitor da Silva. A programação contará também com filmes convidados, com obras audiovisuais de realizadores londrinenses negros, negras e indígenas. Haverá ainda uma palestra com o fotógrafo carioca Ratão Diniz, que trabalha com fotografia e cinema a partir da perspectiva popular e comunitária nas comunidades do Rio de Janeiro.

Serão dois dias para exibição de filmes para o público geral e dois dias para a exibição de filmes voltados ao público infantil. As sessões para o público geral serão realizadas na Biblioteca Pública Municipal de Londrina. Já as sessões para o público infantil serão nos espaços culturais do Norte Cultural, na zona norte de Londrina, e na Associação Ciranda da Cultura, na zona oeste da cidade. A Mostra de Cinema Negro é organizada pelo Cocine – Coletivo de Cinema Negro de Londrina, com apoio do Museu Histórico de Londrina, Biblioteca Pública Municipal de Londrina, Norte Cultural, Associação Ciranda da Cultura e com o patrocínio da Prefeitura por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura. Com informações do N.Com.