Os recursos para a primeira fase da obra da nova unidade do Hospital do Câncer de Londrina estão garantidos. Trabalho de articulação da deputada federal Luísa Canziani (PSD-PR) garantiu, na semana passada, o pagamento de R$ 7 milhões, efetuado pelo Ministério da Saúde. Os recursos estavam expressos em portaria do ministério. Já a proposta de R$ 4,8 milhões, de outra portaria, foi paga no dia 14 de fevereiro. Os recursos foram depositados na conta do Fundo Municipal de Saúde, que deve repassar ao hospital.

A nova unidade do Hospital do Câncer será construída na Zona Leste, nas proximidades da Universidade Tecnológica Federal, em um terreno doado pela Prefeitura de Londrina com aprovação da Câmara de Vereadores. Serão 60 novos leitos, dedicados exclusivamente aos pacientes em cuidados paliativos do hospital.

O Hospital do Câncer é referência para 166 municípios do Paraná e atendeu mais de 1,2 milhão de pessoas no ano passado – cerca de 2,5 mil atendimentos por dia – sendo que mais de 90% dos atendimentos são de usuários do Sistema Único de Saúde. O serviço de cuidados paliativos no HC existe há mais de dez anos e conta com apenas dez leitos em unidade de internação própria no hospital e equipe multidisciplinar.