Deputados recorrem ao STF para suspender projeto de lei que privatiza escolas públicas no Paraná
Foto: Altvista / APP-Sindicato

Oito parlamentares da Bancada de Oposição, somados à assinatura da deputada Mabel Canto, protocolaram um documento no Supremo Tribunal Federal (STF), na manhã desta terça-feira (04), na esperança de reverter decisão que autoriza o governo Ratinho Jr. a privatizar serviços de gestão das escolas da rede estadual.

No protocolo, o pedido é pela suspensão do PL 345/2024, de autoria do Executivo, que tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa (Alep), até que seja apresentada a estimativa do impacto financeiro que a terceirização deve causar aos cofres públicos estaduais.