Ir para o conteúdo


DESVENDANDO O UNIVERSO ARTÍSTICO DAS CRIANÇAS

A Importância dos Desenhos Infantis na Expressão e Desenvolvimento das Crianças

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
DESVENDANDO O UNIVERSO ARTÍSTICO DAS CRIANÇAS

Vou tentar ser o mais breve e clara possível para que todos possamos compreender o universo colorido e desenhado deste pequenos seres que nos encantam, as crianças.

No longo de minha carreira sempre fui cercada de perguntas a respeito de desenhos e garatujas feitos por crianças e baseado nestas perguntas vou tentar elucidar algumas curiosidades, caso tenham algumas que eu não consiga contemplar queiram, por favor, deixar nos comentários e tentarei responde-las na próxima.

Bom, a pergunta mais frequente é sobre o aspecto geral do desenho, tipo:

-Meu pequeno gosta muito de desenhar e desenha com muita frequencia, ele fez….

Bom, as crianças desenham aquilo que para elas é representativo, ou seja, ela desenha a mamãe e o papai, mas quando olhamos não se parece nada com pessoas. Entenda que para ela é o que ela desenhou, não tente compreender e muito menos corrigir, isto virá com o tempo à medida que ela se torna mais observadora, apenas aceite o desenho e elogie, mesmo que “você não ache bonito”, não se esqueça que o que vale é a ideia que o pequeno quis transmitir.

Sabendo disso vejo alguns pais que me dizem:

-Eu perguntei o que é esse….

Não faça isso, na cabecinha da criança é como assim, você não está vendo? Senhores responsáveis, façam de conta, vamos entrar neste mundo encantado.

O que acontece se questionarmos ou tentarmos corrigir, primeiro vamos decepcionar o pequeno, pois na cabecinha dele deveríamos ser capazes de compreender sem perguntar, podemos ainda criar uma frustração pois estaremos tentando antecipar algo que para o pequeno ainda não é claro e com isso podemos inibir este processo criativo.

Como consequência disso a criança poderá simplesmente pegar aversão ao desenho e como já dito anteriormente, não que queiramos que sejam artistas, mas que possam se expressar.

É importante compreendermos que o desenho é a forma de expressão mais antiga e saudável que existe.

Compreendem a importância deste incentivo na primeira infância?

Caso queiram preparar uma caixa e possibilitar que a criança possa guardar seus desenhos você poderá acompanhar sem interferir neste processo fazendo com que apenas quando o pequeno senta interesse, te mostre o que tem feito.

Por meio dos desenhos e das cores o ser humano é capaz de tornar evidente o que está sentindo, ele exterioriza aquilo que não é capaz de verbalizar e este “sentimento” mais tarde pode ser transformado em escrita que nada mais é do que uma evolução do desenho, digamos que uma forma de decorrer o desenho de forma verbal, ou seja, esta criança se torna capaz de fazer produções de texto criativas e concisas.

Deste processo de desenvolvimento veremos adultos com uma boa capacidade de criação e interpretação.

Vale lembrarmos que durante todo o crescimento acadêmico das crianças muitas vezes os professores reclamam que os alunos tem dificuldade de interpretação. Se fizermos um retrocesso deste objetivo veremos que para interpretar é preciso saber escrever e para saber escrever foi preciso saber desenhar, nunca se esqueçam que a escrita é um desenho corrido, que num outro momento poderemos abordar de forma mais histórica, nosso maior erro é acharmos que o universo do desenho não tem importância e desta forma vemos letras que não são legíveis e vemos adultos que não sabem escrever e muito menos interpretar.

Sendo assim, muito incentivo para que tenhamos jovens capazes de escrever, ler e interpretar, não economizem papéis….

Até a próxima.

Pillar Cremonezi Santana
Artista plástica
Artista educadora
Arteterapeuta

Opiniões expressas por nossos colunistas não refletem necessariamente a posição da Rádio Paiquerê FM 98.9, reiteramos nosso compromisso com a imparcialidade e diversidade de pontos de vista.

Avatar photo
Pillar Christina Cremonezi Santana
Sou artista educadora, atuando na área há mais de 30 anos, enquanto artista plástica, professora de pintura, desenho, bricolagem e história da arte.
PUBLICIDADE

Leia também