Em Londrina, Biblioteca Zona Sul recebe 4ª edição do projeto “Livro Aberto” nesta quarta-feira
Foto: Valéria Felix

O Projeto Livro Aberto – Convite para Ler Pessoas realizará nesta quarta-feira (22) mais uma de suas atividades. Oferecendo um espaço de partilha e escuta dos relatos pessoais dos integrantes do projeto, os “Livros Humanos”, a partir das 14h30 a Biblioteca Municipal da Zona Sul (avenida Guilherme de Almeida, 2.260, Ouro Branco) receberá os participantes inscritos para a quarta edição da atividade. As inscrições são gratuitas mas devem ser realizadas antecipadamente pela internet. As vagas são limitadas a cinco leitores para cada “Livro Humano”. O projeto é destinado ao público acima de 18 anos de idade.

Os encontros têm como objetivo promover reflexões e gerar aprendizado sobre as diversas formas de preconceito existentes na sociedade. Nesta edição, temáticas como Racismo, Etarismo, Autismo, População LGBTQIAPN+ e Violência sofrida pelas Mulheres serão abordadas pelos integrantes. Na quarta edição do projeto, serão cinco os “Livros Humanos”: Leandro Palmerah, produtor cultural, e Josué Godoy, graduando em História e colaborador do NEAB – Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros somam-se aos integrantes Mira Roxo, Marina Stuchi e Sayd Caetê.

Segundo Godoy, “Livros Abertos” instigou a sua participação após ter sido recomendado a participar do projeto e pela curiosidade de partilhar sobre os temas retratados. “A sensação de poder conversar e compartilhar as nossas experiências é muito boa, é aquilo que nos atravessam enquanto pessoas. Falar um pouco de nós e também poder ouvir”, pontuou. A dinâmica dos encontros segue as tônica de suas outras três edições. As atividades têm início às 14h e são distribuídas de acordo com o interesse e a temática escolhida. Após esse momento, são formados grupos de partilha para o relato dos “Livros Humanos”, a fim de trocar ideias e experiências, e refletirem sobre as palavras compartilhadas.

Em seguida, os participantes realizam um exercício dinâmico de escrita livre, sobre as sensações e pensamentos que tiveram após ouvirem os relatos. Para concluir o encontro, são indicadas recomendações de livros sobre as temáticas abordadas pelos “Livros Humanos”. A proponente do projeto, a escritora e ceramista Rosana de Andrade comentou que a escolha de sediar o projeto nas Bibliotecas Municipais conversa com as ideias da iniciativa e garante um ambiente favorável para as atividades. “É um local seguro, tranquilo e confortável e está presente em todas as regiões de Londrina. Além de possuírem uma infraestrutura física para as pessoas se abrigarem, elas têm nos apoiado muito e sendo receptivas”, salientou Andrade.

Já para a técnica de gestão pública da Biblioteca Municipal da Zona Sul, Carla Adriana Casaca, realizar as atividades do “Livros Abertos” é fundamental para o autoconhecimento e a ampliação de experiências, possibilitando, assim, ter perspectivas diferentes sobre as vivências de cada indivíduo.

Outras atividades – A próxima e última edição do projeto Livro Aberto – Convite para Ler Pessoas irá ocorrer na Biblioteca Municipal da Zona Oeste, às 9h da manhã do dia 19 de junho. Idealizado por Rosana de Andrade e Christina Mattos, a iniciativa para a realização do projeto surgiu há mais de 20 anos. Por meio da influência no conceito da Biblioteca Humana, originada na Dinamarca e replicada em diversos países, o projeto foi aprovado em 2023 para receber o Programa Municipal de Incentivo à Cultura – Promic, pela Secretaria Municipal de Cultura de Londrina. Com informações do N.Com.