Franceses decidem hoje entre Le Pen e Macron, no 2º turno das eleições
Imagem ilustrativa

A França realiza hoje o 2º turno das eleições, que pode colocar a extrema direita ao poder pela primeira vez desde a ocupação nazista na Segunda Guerra Mundial. Marine Le Pen do partido Reunião Nacional foi o favorito na primeira fase das eleições, realizada no domingo passado (30).

O partido de esquerda Nova Frente Popular, ficou em segundo lugar, e o bloco centrista do presidente francês, Emmanuel Macron, terminou em terceiro lugar. A união dos dois faria a diferença.

Mais de 200 candidatos centristas e de esquerda desistiram das disputas para impedir que candidatos da extrema direita vencessem.

De acordo com as principais pesquisas de intenção de voto divulgadas durante a semana passada, o número de assentos do bloco da esquerda e do centro seria suficiente para garantir uma maioria absoluta, de 289 cadeiras no Parlamento francês, e, assim, indicar um primeiro-ministro.

Mas há incertezas em relação à participação dos eleitores.