Ginecologista vira réu por abusar sexualmente de 42 mulheres no PR
Felipe Sá momento em que foi preso em Maringá | © Reprodução/ RPC

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) contra o ginecologista Felipe Sá, réu por abusar sexualmente de 42 mulheres em Maringá, noroeste do estado. Ele está preso preventivamente desde junho.

Com a decisão, Felipe Sá vai responder por violações sexuais mediante fraude, tentativas deste crime, violência psicológica e estupro de vulnerável.

De acordo com a Polícia Civil, os abusos aconteceram dentro do consultório particular onde Sá atende. Entre as vítimas, estão pacientes e alunas de uma faculdade particular onde o médico dava aulas.