Governo Milei não renovará contrato de cerca de 7 mil funcionários públicos
Foto: Agustin Marcarian/REUTERS

O governo de Javier Milei anunciou nesta terça-feira (26) que não irá renovar o contrato de funcionários públicos com menos de 1 ano de trabalho. É uma das primeiras medidas colocadas em prática no Plano Motosserra. A medida, segundo a imprensa argentina, deve afetar cerca de 7 mil empregados do Estado.

O decreto impede a renovação de contratos de trabalhadores empregados há menos de um ano na administração central do Executivo e em organizações descentralizadas do Estado, além de empresas públicas e corporações de maioria estatal. Ainda segundo a mídia argentina, não entram nas demissões os trabalhadores que preencham cotas para pessoas trans e deficientes previstas por lei.