IAT faz alerta sobre incêndios nas Unidades de Conservação em Ibiporã e outros locais
Foto: IAT

A chegada do outono, período marcado por temperaturas mais baixas e ocorrência de menos chuvas, aumenta o risco de incêndios florestais em razão da vegetação mais seca. Há poucos dias, fiscais do Instituto Água e Terra (IAT) foram acionados para controlar princípios de incêndios próximos a dois parques estaduais: Vila Velha, em Ponta Grossa, e Monge, na Lapa.

Os focos de fogo geralmente são iniciados pelo acendimento de vela em local inadequado e pelo lançamento irresponsável de bituca de cigarro ainda aceso. Imprudência que também já foi observada na Serra da Baitaca (entre Piraquara e Quatro Barras), Rio da Onça (Matinhos) e Ibiporã. Crime que pode resultar em prisão e multa de até R$ 100 mil.