Jiboia que veio em caminhão de madeira do Nordeste está em reabilitação no HV, em Londrina
Imagem: Divulgação/Unifil

Uma jiboia chegou nesta semana ao Hospital Veterinário da UniFil para exames, reabilitação e cuidados até ser encaminhada a um local adequado para viver. A cobra de aproximadamente 1 ano e meio estava no meio de uma carga de madeira vinda do Nordeste. Na hora de descarregar o caminhão, pessoas viram a serpente e acionaram órgãos ambientais. Após permanecer alguns dias no Bosque do município, ela foi levada para tratamento no HV.

A médica veterinária Daniele Martina, coordenadora do Hospital Veterinário, diz que exames identificaram algumas escoriações na cobra. Essa espécie é comum do Nordeste e pode crescer até 1,5 metro e chegar aos 30 anos de vida. Não se trata de uma cobra peçonhenta, mas como possui muitos dentes, sua mordida provoca ferimentos e transmissão de bactérias.