Julgamento avalia cavalos campeiro na ExpoLondrina 2024
Foto: Gustavo Carneiro

O Cavalo Campeiro mais uma vez participou da ExpoLondrina 2024 em provas de julgamento. Originário da região Sul do Brasil, é uma raça que chegou por aqui pelas expedições espanholas que atravessaram o território catarinense rumo ao Paraguai por volta do século XVI. Eles são conhecidos como marchadores de tríplice apoio, ou seja, estão sempre com três patas apoiadas ao chão. Isso reduz o impacto no chão e traz mais conforto ao cavaleiro. A marcha do cavalo campeiro é uma das categorias que vai a julgamento. O Grande Campeão de Marcha foi Xote Laranjeira Rumo a Bodega, de Elizandro Pellin, da Fazenda Passo da São José. Quem ficou com o título de reservado campeão de marcha foi Arrojado da Bela Vista, de Silvano dos Santos Teixeira Junior, da Fazenda Bela Vista. O título de grande campeã de marcha foi para Ruiva da Querência, de Ezio Jose Ribeiro de Salles, da Fazenda Raízes da Querência, e a reservada grande campeão de marcha foi Vaidosa da Agua Dura, de Paulo Evaristo Taddeucci, do Haras Água Dura. Pellin avalia que essas provas são importantes. “Essa foi a terceira participação do cavalo Campeiro na ExpoLondrina com crescimento a cada evento. É um cavalo de origem também paranaense, com reconhecimento pela Assembleia Legislativa com lei específica de interesse histórico e cultural para o estado do Paraná, e vejo um resultado muito positivo ter este acolhimento pela ExpoLondrina e a participação de criadores dos três estados nas provas”.