Júri do ‘Maníaco da Torre’, acusado de matar seis mulheres no Paraná, é remarcado para o próximo dia 31
Júri do 'Maníaco da Torre', acusado de matar seis mulheres no Paraná, é remarcado para o próximo dia 31 | © Reprodução/RPC

O julgamento de Roneys Firmino Gomes, de 48 anos, conhecido como “Maníaco da Torre”, que estava programado para esta terça-feira (22) em Maringá – norte do estado, foi adiado. A Justiça cancelou o júri porque duas testemunhas de acusação faltaram: o delegado que investigou os crimes e um perito criminal. O julgamento foi remarcado para 31 de agosto.

O homem é condenado por matar quatro mulheres, e acusado de assassinar outras duas. Os crimes foram entre 2010 e 2015, em Maringá. Ele é considerado um dos maiores assassinos em série do estado. Roneys está preso desde 2015.