Londrina/FEL/IPEC alcança nono título nacional no atletismo em 5 anos
Foto: Alexandre Loureiro_CBAt

A equipe Londrina/FEL/IPEC alcançou mais uma conquista histórica para o atletismo local. No último fim de semana, o time londrinense sagrou-se bicampeão nacional feminino na categoria Sub-20 no Campeonato Brasileiro Interclubes da categoria, disputado em Niterói (RJ), com a presença das principais agremiações do país. Além do título feminino, a equipe pé-vermelho também foi vice-campeã geral da competição e terceira colocada no naipe masculino. O título feminino veio depois de uma disputa emocionante, ponto a ponto, com o Praia Clube, de Uberlândia (MG). No final, 148 a 143 para os londrinenses e festa paranaense no Rio de Janeiro.

“É mais um resultado de enorme expressão, algo conquistado com muita luta e dedicação de um time que lutou muito. Uma conquista que vem para recompensar o trabalho de excelência que tem sido feito em Londrina nos últimos anos”, destacou o técnico Gilberto Miranda em entrevista ao N.Com. A conquista em Niterói foi a nona obtida pela equipe londrinense em campeonatos brasileiros interclubes de atletismo em categorias de formação desde 2019. De lá para cá, o time foi campeão feminino e geral sub-18 em 2019, campeão feminino, masculino e geral sub-18 em 2022 e campeão feminino, masculino e geral sub-20 em 2023.

“É um feito grandioso ter essas conquistas em sequência e manter-se entre as principais equipes do Brasil, tendo em vista que temos um orçamento inferior. Isso reflete o quanto o projeto cresceu nos últimos anos e porque é reconhecido como um grande formador do atletismo nacional. Agora também um dos grandes vencedores da modalidade na atualidade”, reforçou Miranda. No naipe masculino, a equipe marcou 90,5 pontos e ficou com a terceira colocação. Na classificação geral, a Londrina/FEL/IPEC foi vice-campeã brasileira sub-20, com 238,5 pontos anotados. Foram 13 medalhas conquistadas, com sete ouros, três pratas e três bronzes.

Sabrina Gabrieli Pena foi o grande destaque do time londrinense, com dois ouros e uma prata. Ela venceu os 800 metros e conseguiu índice para disputar o Campeonato Mundial Sub-20, com o tempo de 2min08seg66. Além disso, foi prata nos 1.500 metros e integrou o quarteto que venceu o revezamento 4 x 400 metros feminino. “Estou muito feliz. Objetivos mais que alcançados e só tenho a agradecer todo o apoio e suporte de toda a equipe”, falou a jovem.

Quem também brilhou foi Luiz Henrique de Oliveira Gonçalves, que alcançou a tão sonhada medalha de ouro no salto em altura. “Vinha trabalhando há muito tempo por isso e agora veio essa medalha tão importante para a minha carreira”, vibrou o atleta treinado pela técnica Silvana Vieira. Os outros medalhistas de ouro foram Bianca Cristine Davi de Souza nos 3.000 metros com obstáculos, Ruan Erik Vais nos 3.000 metros e Kauane Rebeca Joaquim nos 500 metros. Eles estão classificados para defender o Brasil no Campeonato Sul-Americano da categoria.

Vale destacar também o desempenho da equipe de Londrina nos revezamentos, prova que rendeu dois ouros para a campanha. No 4 x 400 metros misto, vitória do quarteto formado por Tiago Henrique Souza Melonio, Sibely de Oliveira Royer, Gabriel Felipe Barreto dos Santos e Letícia Evelyn Lopes. No 4 x 400 metros feminino, o time de ouro teve Ana Júlia Aparecida da Silva, Letícia Evelyn Lopes, Sibely Oliveira Royer e Sabrina Gabrieli Pena. Com informações do N.Com.