OAB pede que Ademar Traiano deixe a presidência da Assembleia Legislativa do Paraná 
O ofício foi apresentado após a divulgação de que Traiano firmou um acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR) admitindo ter pedido e recebido propina | Foto: Nani Góes/Alep

A Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná encaminhou, nesta quinta-feira (07), um ofício pedindo o afastamento “urgente e veemente” do deputado estadual Ademar Traiano (PSD) do cargo de presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O ofício foi endereçado ao próprio Traiano e ao corregedor da assembleia, deputado Artagão Junior (PSD) e foi apresentado após a divulgação de que Traiano firmou um acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR) admitindo ter pedido e recebido propina.

Veja na íntegra a nota da OAB/PR: