A Secretaria de Estado Saúde recomendou, nesta quinta-feira (07), que os 30 municípios paranaenses contemplados com a vacina contra a dengue Qdenga ampliem o público-alvo.

Antes destinado para crianças de 10 e 11 anos, agora o imunizante pode ser aplicado em crianças e adolescentes de 12 a 14 anos. A mudança segue a instrução da Nota Técnica nº 12/2024 da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério da Saúde. A ampliação também leva em conta a baixa procura pela vacina nos municípios.

Segundo um levantamento preliminar da Sesa, apenas 23,5% das doses recebidas do Ministério da Saúde no dia 22 de fevereiro foram aplicadas. Em números absolutos, foram 8.252 doses aplicadas do total de 35.025 distribuídas para a 9ª Regional de Saúde de Foz do Iguaçu e a 17ª Regional de Saúde de Londrina.

“Quero convocar a população dos 30 municípios para se vacinar. Temos vacinas disponíveis, estamos preparados. Pouco mais de 20% das vacinas foram aplicadas nas nossas crianças, isso é muito pouco. Precisamos da colaboração e conscientização dos paranaenses para aumentarmos essa cobertura e proteger nossas crianças da dengue”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Ele destaca que as vacinas enviadas possuem validade até 30 de junho deste ano. “Temos pouco mais de três meses para utilizar o imunizante, o que só reforça a importância dessa ampliação e também da adesão da população”, acrescentou o secretário.

O último boletim epidemiológico da dengue, divulgado terça-feira (5) pela Sesa, registrou 32.094 novas notificações de possíveis casos da doença, 15.361 casos e 14 óbitos. Ao todo, o período epidemiológico iniciado em agosto de 2023 soma 187.594 notificações, 73.928 casos e 37 mortes. O Paraná é o 4º estado do País com a maior incidência de dengue, atrás do Espírito Santo, Minas Gerais e Distrito Federal, conforme dados do Informe nº 4 do Centro de Operação de Emergências (COE) do Ministério da Saúde. Na 9ª Regional de Saúde de Foz do Iguaçu, foram registradas 2.517 doses aplicadas e na 17ª Regional de Saúde de Londrina, 5.735.

Os municípios-sede das regionais registram o maior número de aplicações – Londrina com 3.353 doses e Foz do Iguaçu com 1.619.

Confira o número de doses aplicadas por município:

9ª Regional de Saúde de Foz do Iguaçu
Foz do Iguaçu – 1.619
Itaipulândia – 121
Matelândia – 241
Medianeira – 146
Missal – 39
Ramilândia – 40
Santa Terezinha de Itaipu – 154
São Miguel do Iguaçu – 133
Serranópolis do Iguaçu – 24

17ª Regional de Saúde de Londrina
Alvorada do Sul – 2
Assaí – 174
Bela Vista do Paraíso – 189
Cafeara – 1
Cambé – 591
Centenário do Sul – 37
Florestópolis – 75
Guaraci – 42
Ibiporã – 215
Jaguapitã – 150
Jataizinho – 63
Londrina – 3.353
Lupionópolis – 61
Miraselva – 24
Pitangueiras – 57
Porecatu – 73
Prado Ferreira – 32
Primeiro de Maio – 1
Rolândia – 427
Sertanópolis – 49
Tamarana – 119