Prefeitura realiza Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado (13)
Foto: Vivian Honorato

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), promove o Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado (13), das 9h às 16h. Para isso, o município vai abrir cinco Unidades Básicas de Saúde (UBSs), localizadas em todas as regiões da cidade. A intenção é aumentar a cobertura vacinal dos grupos prioritários preconizados pelo Ministério da Saúde (MS).

As unidades que estarão abertas são: na região norte, a UBS Vivi Xavier; na região leste, a UBS do Armindo Guazzi; na região oeste, a UBS do Santa Rita; na região central a UBS da Vila Casoni; e na região centro-sul, a UBS do Guanabara. Além destas UBSs, a SMS vai disponibilizar a vacina no estande do Hospital do Câncer de Londrina (ICL), na ExpoLondrina, também no sábado (13), das 15h às 20h. O estande do ICL está localizado próximo da pista central, dentro do Parque de Exposições Governador Ney Braga (Avenida Tiradentes, 6.275).

Para se vacinar, os interessados devem comparecer nas referidas unidades portando documentos pessoais, carteira de vacinação e documentação que comprove pertencer ao grupo prioritário. As crianças e menores de idade devem estar acompanhadas pelos pais ou responsáveis. Não é necessário realizar agendamento, pois a vacinação será por livre demanda.

Os grupos prioritários, para os quais a vacina da gripe estará disponível, são: crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes e puérperas (mulheres no pós-parto); idosos com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde; crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos; pessoas com comorbidades; adolescentes em medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do sistema de privação de liberdade; professores do ensino básico e superior; povos indígenas; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e de salvamento; profissionais das Forças Armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade); pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso); e trabalhadores portuários.

Para o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, a vacina contra o vírus da Influenza é um importante caminho para conter as síndromes respiratórias muito frequentes no período do inverno. “Precisamos falar sobre a importância disso, estamos entrando em um período de baixas temperaturas e, sabidamente, a tendência é que os casos de síndromes respiratórias aumentem nesse período. A vacina contra a gripe é uma importante aliada nesse contexto, para evitar a disseminação dos vírus de maior circulação da influenza, bem como evitar as hospitalizações e as buscas pelos prontos atendimentos”, enfatizou.

Além da vacina da gripe, as cinco Unidades Básicas de Saúde também vão disponibilizar a atualização das vacinas do Calendário Vacinal do Ministério da Saúde, incluindo a vacina contra a Covid-19 para as pessoas que possuem recomendação do MS, tais como: crianças menores de 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; pessoas imunocomprometidas; gestantes e puérperas; pessoas vivendo em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e Residências Inclusivas (RI) e seus trabalhadores; indígenas, ribeirinhos e quilombolas; trabalhadores de saúde; pessoas com deficiência permanente; pessoas com comorbidades; pessoas privadas de liberdade de 18 anos ou mais; funcionários do sistema de privação de liberdade e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas; pessoas em situação de rua.

Fonte: N.Com