STF condena Collor por corrupção e lavagem de dinheiro
STF condena Collor por corrupção e lavagem de dinheiro | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal condenou, ontem, em Brasília, o ex-senador e ex-presidente Fernando Collor por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um processo da Operação Lava Jato. Para o tribunal, como antigo dirigente do PTB, Collor foi responsável por indicações políticas para a BR Distribuidora, empresa subsidiária da Petrobras, e recebeu R$ 20 milhões em vantagens indevidas em contratos da empresa.

Pai suspeito de matar filha de 4 anos no PR se entrega à polícia após 13 dias foragido, diz polícia

Após seis sessões de julgamento, o placar da votação terminou oito votos a dois pela condenação. Os ministros prosseguem com o julgamento para definir a pena de Collor, que poderá recorrer em liberdade. O relator do caso, ministro Edson Fachin, sugeriu pena de 33 anos e 10 meses de prisão para o ex-presidente. Dois ex-assessores também podem ser condenados no caso.