A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) iniciou, na segunda-feira (18), atendimentos em call center para toda a população de Ponta Grossa sobre a dengue.

Moradores poderão ligar para tirar dúvidas sobre sintomas e obter encaminhamento para unidades de saúde da cidade. O atendimento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo número (42) 2102-8000.

O trabalho acontece em parceria com a Fundação Municipal de Saúde (FMS), com atuação de residentes em Saúde Coletiva, que serão coordenados pelos professores do Departamento de Saúde Pública da UEPG. “Na última semana, recebemos o contato da FMS, com o pedido para reativarmos nosso serviço de telemedicina nos moldes que houve no enfrentamento à Covid-19, com residentes da Prefeitura. Atendemos ao pedido prontamente e investimos em uma linha telefônica para atender à demanda que já está em pleno funcionamento”, destaca o vice-reitor da UEPG, Ivo Mottin Demiate.

Os atendimentos ocorrem com profissional de enfermagem, que atua juntamente com os residentes, com apoio da infraestrutura da instituição. “Esta ação é extremamente importante no momento atual do município o do estado como um todo. Vivemos um momento agudo de dengue, então é essencial que a universidade esteja à disposição para tentar ajudar na solução desses problemas”, complementou.

O chefe do Departamento, Erildo Vicente Müller, destaca que o call center é uma estratégia importante para passar informações à população. O planejamento é que a iniciativa seja mantida de forma permanente a partir de agora, para atender demais demandas de saúde, como a Influenza. “Passamos o encaminhamento o mais rápido possível para os locais onde eles possam ser atendidos em caso suspeito de dengue”, afirmou. Ponta Grossa registrou no atual período epidemiológico 160 casos. Outros 357 foram descartados.

Com informações da AEN.