Universidade Estadual de Londrina adia para 12 de setembro inscrições do Vestibular
Universidade Estadual de Londrina adia para 12 de setembro inscrições do Vestibular | © UEL/O Perobal

A Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) prorrogou por mais uma semana as inscrições para o Vestibular 2024 da UEL, que será em 29 de outubro (1ª fase) e nos dias 26, 27 e 28 de novembro (2ª fase). As inscrições que terminariam nesta terça-feira (5) poderão ser feitas até 12 de setembro, no site da Cops. O pagamento da taxa pública no valor de R$ 176,00 poderá ser feito até 13 de setembro.

A exemplo do que ocorre nas maiores universidades brasileiras, o volume de inscrições em vestibulares, bem como no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), vem caindo na mesma proporção em que os jovens estão buscando oportunidades no mercado de trabalho. Para a responsável pela Coordenadoria de Processos Seletivos, professora Sandra Garcia, a prorrogação pode atrair mais candidatos considerando os efeitos da Feira das Profissões, realizada no último dia 29 de agosto, que reuniu mais de 20 mil estudantes.

Série B: Londrina Esporte Clube enfrentará o Ceará na quarta-feira

Ela ressalta ainda o fato de que trabalhadores da iniciativa privada devem receber os pagamentos durante essa semana, o que devem contribuir para que quitem o valor da inscrição nos próximos dias. Ela lembra que as atividades do Vestibular começam logo. No próximo dia 24 de setembro será aplicada a Prova de Habilidades Específicas (PHE), destinada exclusivamente aos candidatos ao curso de Música.

Neste ano, o concurso voltará a ser nos meses finais do ano, conforme decisão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe). A 1ª fase será em Londrina, Curitiba, Cascavel, Guarapuava e Umuarama. Ela explica que o retorno do concurso nos meses finais do ano busca atender a demandas dos próprios estudantes, que preferem uma data consolidada para realização das provas, semelhante aos vestibulares de outras instituições de Ensino Superior.

Com informações da AEN.