Cancha municipal de bocha, próxima ao Estádio do Café, é reformada pela Prefeitura de Londrina
Esta reforma foi viabilizada com um total de R$ 72.564,34 em recursos públicos. Foto: SMOP/ Divulgação

Para que os atletas que praticam a bocha em Londrina tenham melhores condições de treinamento e possam organizar novas competições na cidade, a Prefeitura reformou a cancha municipal de bocha. Localizada na avenida Henrique Mansano, próximo ao Estádio do Café, a cancha foi construída pelo Município em 2010 e agora recebeu uma revitalização, que foi concluída no início de junho. Os principais serviços executados nesta obra incluíram reforma do piso, com novo revestimento emborrachado adequado para a prática da modalidade, substituição do carpete em uma das canchas com impermeabilização e também dos revestimentos laterais. Também foram feitas melhorias no madeiramento de fechamento das canchas.

Esta reforma foi viabilizada com um total de R$ 72.564,34 em recursos públicos. Parte desse valor foi obtida por emenda parlamentar direcionada pela deputada federal Gleisi Hoffmann (PT), sendo o restante contrapartida do Município. O espaço conta com duas quadras de bocha, de 24 x 4 metros. Desde sua inauguração, a cancha municipal é administrada pela Associação Amigos da Bocha Sul-Americana, que conta com equipes feminina e masculina. Segundo o presidente da Associação, Jorge Custódio Ferreira, as melhorias eram necessárias e foram muito bem-vindas.

“Essa reforma proporcionou aos praticantes da bocha mais conforto, com a troca do carpete, e mais segurança, já que haviam tábuas de proteção quebradas que foram trocadas. Com a colocação do piso emborrachado, a limpeza, que durava mais de três horas e mesmo assim ficava com aspecto sujo, hoje não gasta 40 minutos, sem falar na praticidade. Hoje, a cancha está com um ótimo visual”, comemorou em entrevista ao N.Com. Ferreira contou que toda comunidade, de diferentes faixas etárias, está convidada para conhecer o esporte ou retomar a prática de bocha na cancha municipal. “Nosso maior objetivo é abrir uma escola para crianças e adolescentes. Atualmente, nossos horários de treinamento são terças, quintas e sábados, das 15h às 20h. Mas podemos abrir novos dias e horários para atender a comunidade. Essa modalidade praticamente não tem restrições quanto a idade, problema de saúde, necessidades especiais, enfim, a bocha é um esporte inclusivo”, comentou.

As equipes masculina e feminina da Associação Amigos da Bocha SulAmericana representam Londrina em campeonatos estaduais e brasileiros, bem como nos Jogos Abertos do Paraná. E alguns jogos da primeira fase do Estadual são disputados na cancha municipal. “A cancha também é cedida à Secretaria de Esportes do Estado do Paraná nos casos de competições regionais que não tem cancha de bocha, bem como em competições estaduais do SESC”, acrescentou o presidente da Associação. E o presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Claudemir Fattori, acrescentou que a reforma da cancha, além de motivar quem já pratica, pode despertar o interesse em novos atletas. “A bocha é um esporte muito interessante, que toda família pode praticar e se divertir. Além de ser uma prática esportiva, representa um momento de lazer e diversão, então a Prefeitura promoveu essa reforma com o intuito de incentivar novos adeptos”, apontou. Com informações do N.Com.