Evento popular e dos mais antigos em Londrina, atraindo milhares de pessoas a cada edição, a encenação Paixão de Cristo será apresentada neste domingo (24), no Aterro do Lago Igapó 2, a partir das 19h30 (de Brasília).

Gratuita e aberta ao público, a atração cultural, encenada há mais de 40 anos na cidade, será realizada pela primeira vez neste espaço público de lazer e convivência, componente de um dos cartões postais da cidade. A data escolhida, Domingo de Ramos, antecede a Páscoa e a celebração recebe os espectadores para o teatro que trata da crucificação e ressurreição de Cristo. No ano em que Londrina completará 90 anos de história, o espetáculo também terá uma segunda noite, no dia 29 de março, feriado nacional da Sexta-Feira da Paixão.

O local será o Centro Social Urbano (CSU) da Vila Portuguesa, popularmente conhecido como Buracão, na região central, com início às 20 horas (de Brasília).

Cada um dos eventos terá capacidade máxima para 10 mil pessoas, conforme a liberação feita pelo Corpo de Bombeiros. Em 2023, quase 30 mil pessoas compareceram. Para as duas apresentações, a entrada é franca e a organização convida os espectadores a levarem 1 kg de alimento como contribuição. O montante doado será repassado para o programa Mesa Brasil do Sesc Paraná.

A Prefeitura de Londrina é uma das apoiadoras da iniciativa, prestando suporte na montagem estrutural e na divulgação. O evento é realizado pela Aleph Produções, contando com recursos do Ministério da Cultura – Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, e patrocinado pela Copel, Sanepar, Rolemar e Inquima.

O teatro Paixão de Cristão é promovido pelo grupo de jovens da Paróquia Nossa Senhora da Paz e teve a primeira apresentação em 1978. Por parte da administração municipal, o apoio logístico envolve a viabilização de equipamentos de som, iluminação, palco e tenda para a montagem da estrutura do teatro público no aterro do Igapó.

Esta colaboração conjunta foi possibilitada por meio do gabinete do prefeito Marcelo Belinati (PP), envolvendo a participação da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Fundação de Esportes de Londrina (FEL) e Guarda Municipal (GM).

A contribuição envolve também a liberação do espaço público onde o evento irá ocorrer, bem como com a divulgação, além de suporte à segurança pública. A diretora de Patrimônio Artístico e Histórico-Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura, Solange Batigliana, enfatizou que o teatro Paixão de Cristo possui sólidas raízes na cidade, contando com mais de 40 anos de realização ininterrupta.

“Este é um evento que tem base na fé católica, mas representa também um momento coletivo e de cunho comunitário, que faz parte da cultura local. Envolve muitas pessoas, não apenas no público espectador, reunindo mais de 200 trabalhadores para o que o evento seja realizado”, frisou.

Com informações do N.Com.