Em Londrina, Kinoarte promove oficina gratuita sobre produção de documentários domésticos
Foto: Divulgação/N.Com

Com o objetivo de incentivar a comunidade a produzir filmes com equipamentos acessíveis e de baixo custo, a Kinoarte – Instituto de Cinema e Vídeo de Londrina promove a Oficina de Documentários Domésticos de segunda (20) a quinta-feira (23). Realizada através da plataforma Zoom, sempre das 19h às 21h, a atividade é gratuita e será ministrada pelo artista visual e cineasta Lucas Gervilla. O curso é voltado a todos os interessados, de qualquer faixa etária, sendo que as inscrições podem ser feitas através do formulário on-line até sexta-feira (17). A atividade encerra o ciclo de oito oficinas promovidas pela Kinoarte em 2024. Essa iniciativa conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), gerenciado pela Secretaria Municipal de Cultura (SMC).

O principal objetivo da ação é compartilhar ferramentas para que cada pessoa possa contar suas próprias histórias. Partindo de gravações feitas pelos participantes, será realizado um minidocumentário coletivo, sobre uma temática a ser decidida em conjunto. Ao final dos encontros, as pessoas que participarem da atividade estarão aptas a produzirem seus pequenos documentários, seja para uso profissional ou para compartilharem suas vivências. O ministrante da oficina, Lucas Gervilla, participou de mais de 160 produções audiovisuais. É doutorando e mestre em artes visuais pelo Instituto de Artes da Unesp. Em 2018, foi comissionado pelo Canal Futura para a produção do curta-metragem Edmur e o Caminhão, e também dirigiu os longas-metragens Ruinoso e Fora da Capital, ambos de 2020.

Gervilla contou que já realizou essa atividade outras vezes, para diferentes grupos de pessoas. “Cada versão da oficina é diferente e a interação com as pessoas acaba direcionando o conteúdo para caminhos diversos, então o que me surpreende é que eu sei como a oficina começa, mas não como ela termina. Essa é sempre a parte mais legal. Os participantes costumam sempre interagir através de perguntas e apontamentos, que contribuem bastante para o andamento da oficina”, disse.

O coordenador das oficinas da Kinoarte, Artur Ianckievicz, afirmou que conduzir o ciclo de cursos tem sido uma experiência muito recompensadora. “Já recebemos participantes de todo o país, de diferentes áreas profissionais e níveis de experiência. Isso é muito enriquecedor, não só para quem participa como também para quem ministra as oficinas e para nós, os organizadores. Essas atividades proporcionam a todos nós a oportunidade de ampliar nossas perspectivas, e oferecem a muitas pessoas a possibilidade de acesso à produção audiovisual”, realçou. Com informações do N.Com.