No Paraná, IAT lança cartilha educativa para crianças sobre o uso e a preservação da água
Foto: Carlos Vicelli/IAT

O Instituto Água e Terra (IAT) lançou nesta segunda-feira (13) uma cartilha educativa infantil sobre a água, elaborada pela equipe de Outorga do órgão ambiental. Destinada para crianças de 8 a 10 anos, “Outorguinha em: A história da água” é um material que traz, de forma lúdica, temas como o ciclo hidrológico e a necessidade da conservação da água. A distribuição começou de forma simbólica com a entrega de 320 exemplares para algumas turmas da Escola Municipal Irmãos Rebouças, em Curitiba. Uma segunda ação será na próxima segunda-feira (20), às 8h40, na Escola Municipal João Stival, também na Capital.

Depois, o material será encaminhado para os 21 núcleos do IAT no Estado, que farão a entrega nas escolas municipais da região. A tiragem inicial é de 20 mil cartilhas. O IAT é um órgão vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Sustentável (Sedest). “O IAT é a instituição responsável pela gestão dos recursos hídricos no Paraná, e esse é um trabalho que se inicia com as crianças. Iniciativas como essa são essenciais para despertar nos estudantes a preocupação com o uso racional da água desde cedo”, afirma o secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável, Everton Souza.

Além da revista impressa, o instituto também vai disponibilizar para as prefeituras cópias digitais para impressão. “Abordar a preservação da água é um tema muito importante na escola. Essa parceria com o IAT por meio dessa cartilha vai contribuir muito para o aprendizado das crianças”, destaca a diretora da escola Irmãos Rebouças, Mônica Jacobs Korte. Em 32 páginas, a cartilha “Outorguinha em: A história da água” aborda temas como a origem e o ciclo da água, aplicações da água no dia a dia e em atividades econômicas, e os perigos da poluição para a preservação do recurso.

“Com a ajuda da Outorguinha, as crianças entenderão que a água que sai da torneira faz parte de um sistema complexo e saberão o que podem fazer para proteger o recurso tanto na escola quanto dentro de casa. Futuramente, também planejamos elaborar uma outra cartilha destinada para crianças em idades mais avançadas”, explica a chefe de Divisão de Outorga do IAT, Gláucia Assis. Para facilitar a compreensão das informações, o livreto possui várias ilustrações e passatempos para que os estudantes possam aprender brincando. “É um material que aborda vários aspectos importantes sobre questões hidrológicas com o auxílio de jogos e uma linguagem acessível para as crianças”, diz o gerente de Outorga do Instituto, Tiago Bacovis. Com informações da AEN.