Pós-pandemia: 45% das mulheres mostram algum transtorno mental
Pós-pandemia: 45% das mulheres mostram algum transtorno mental | © Elza Fiuza/Agência Brasil

O relatório “Esgotadas: empobrecimento, a sobrecarga de cuidado e o sofrimento psíquico das mulheres”, desenvolvido pela ONG Think Olga, indica que 45% das mulheres brasileiras têm um diagnóstico de ansiedade, depressão, ou outros tipos de transtornos mental no contexto pós pandemia de Covid-19.

IR: Receita vai restituir mais de 322 mil paranaenses com R$ 353 milhões

A ansiedade, transtorno mais comum no Brasil, faz parte do dia a dia de 6 em cada 10 mulheres brasileiras. A pesquisa foi realizada com 1.078 mulheres, entre 18 e 65 anos, em todos os estados do país, entre 12 e 26 de maio de 2023. A margem de erro é de 3 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

O relatório Esgotadas mostrou que a sobrecarga de trabalho doméstico e a jornada excessiva de trabalho foram uma das causas de descontentamento mais apontada, atrás apenas de preocupações financeiras.