Dois homens são presos suspeitos de ameaça e stalking contra família do ministro do STF
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

A Polícia Federal cumpriu manhã desta sexta-feira (31) dois mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão contra dois homens suspeitos de proferir ameaças contra a família do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Segundo levantamento feito pelo G1, os dois homens são irmãos. Um deles foi preso na Vila Clementino, bairro nobre da Zona Sul da cidade de São Paulo. O outro, um fuzileiro naval, identificado como Raul Fonseca, foi preso na cidade do Rio de Janeiro.

A investigação começou em abril, depois que e-mails anônimos começaram a chegar ao STF. As mensagens diziam que usaram bombas e sabiam o itinerário da filha do ministro Alexandre de Moraes.