Dois manifestantes são presos por depredar o prédio da Alep, no 1º dia da greve dos professores
Foto: Divulgação/Alep

A manifestação seguida de invasão ao prédio da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) durante a votação do projeto que prevê a terceirização da gestão dos colégios estaduais, nesta segunda-feira (3), terminou com duas pessoas presas por depredação de patrimônio público.

Em nota, o Governo do Estado informou que um inquérito foi instaurado pelo Centro de Operações Policiais Especiais para apurar a conduta de cada um dos manifestantes que ocuparam o prédio da Casa Legislativa. O Terra apurou que as duas pessoas que foram presas são um homem e uma mulher. Elas foram autuadas pelos crimes e vão passar por audiência de custódia.