Idosa que pode ser a mulher mais velha do mundo ganha festa de 124 anos no Paraná
Foto: João Pedro Agostinho/Prefeitura de Tibagi

Amantina dos Santos Duvirgem, mais conhecida como Dona Júlia, vai ganhar uma festa de aniversário no próximo dia 27, cinco dias depois de completar 124 anos de vida. A celebração deve ser restrita a idosos que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Caetano Mendes, distrito de Tibagi (PR).

O nome de Dona Júlia não aparece na lista de pessoas mais velhas do mundo, no Guinness World Records, o livro de recordes, mas segundo a prefeitura, dona Júlia é a mulher mais idosa do mundo, falta apenas o reconhecimento dos canais oficiais de recorde.

Dona Júlia já viveu em situação de rua e foi adotada, aos 100 anos de idade, por Maria Ednir de Almeida. Hoje, ela é beneficiária do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A festa de aniversário em que ela celebrou seus 123 anos repercutiu não só no Brasil, mas também em outros países, como o jornal britânico Daily Mail e The Sun, alguns dos mais famosos do mundo. Com informações da Banda B.